Ester Farias de Oliveira

Momentos e Movimentos, Lúcidos Pensamentos

Textos


QUATRO AMORES
(Ester Farias de Oliveira)


Heroína? Não. Sou singela artista
Vi aquele quadro tão bem traçado.
Ganhei cores em um fundo realista.
Dourado, Prateado, rubro e rosado.

Dourado é o que incendeia e brilha.
O prata em um branco tão cintilante.
Vermelho daquele lindo ator que brinca.
Rosa  a menina, cheirando a amaciante.

Quadro de desenhos para a eternidade.
Quatro lindas cores, diversos traçados.
Não aprenderam nenhuma mediocridade.

Singela artista cujo pincel foi a oração.
Quatro telas pintando cada uma imagem.
No meu coração tingida tanta gratidão.

 
(efo)
 


 
Ester Farias de Oliveira
Enviado por Ester Farias de Oliveira em 15/01/2010
Alterado em 12/07/2016


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras